Sábado, 28 de Abril de 2007

HOME

Bem vindos e que a Luz seja!

Obrigado por ter acedido ao meu blog.

Neste cantinho encontrará alguns temas mais desenvolvidos, que poderão esclarecer um pouco sobre a unidade de TODAS as coisas, dentro da especividade de cada uma delas.

A individualidade de cada um de nós é uma realidade, no entanto essa individualidade não é total, já que ao fazer parte do conjunto das individualidades, é uma parte INTEGRANTE desse TODO.

Logo tem que se reger pelas normas e leis que mantêm esse TODO em constante relação.

É no conhecimento dessas normas ou leis, que podemos melhor compreende-las e respeitá-las, como se fosse-mos conduzir para a estrada, mas a estrada é longa, tão longa que a nossa vista não a pode alcançar toda e cheia de surpresas.

Desejo-lhes boa leitura:

(Também pode escolher nas "posts" do lado direito das páginas do blog)

 

O ADN E AS EMOÇÕES

Como o nosso ADN se modifica

com as emoções.

Para ler clique aqui:   http://bioenergia.blogs.sapo.pt/

 

O RENASCIMENTO E A LEI

DA CONSEQUENCIA

Como actua a lei do carma e como

se processa o renascimento:

Para ler clique aqui:    http://bioenergia.blogs.sapo.pt/1865.html

 

Victor Rodrigues

Terapeuta em Reiki

Psicoterapeuta

Consultas em SANTARÉM

Tlm 93 325 53 86

email: victor@bioreiki.com

SITE: www.bioreiki.com

site:         www.psicobio.com

publicado por bioreiki às 15:31
link do post | comentar | favorito

A noção de energia

 A noção de energia

       A noção de energia é um tema que faz parte de vários sistemas de terapias complementares, inclusive o Reiki. Por razões históricas e emocionais, não se pode mencionar duas palavras-chave nos meios de pesquisa da sociedade académica: “energia " e " tocar ". Não é de surpreender então que o Reiki fosse desconsiderado pela maioria dos investigadores da ciência biomédica.    

Esta situação está a mudar depressa graças a pesquisas feitas em todo o mundo. A história de como o conceito de uma " energia de cura " passou de suspeita e  ridícula à respeitabilidade, é uma das maiores e mais fascinantes histórias do ponto de vista clínico, que se pode contar.    

Como em muitos outros domínios da pesquisa, o que era absolutamente certo há 20 anos, mudou dramaticamente. Por exemplo, durante algumas décadas, cientistas passaram da convicção de que não existe algo como um campo energético ao redor do corpo humano, para a convicção absoluta que este campo existe.

Além disso, nós começamos a entender o papel de campo energético com respeito à saúde e à enfermidade. A maioria das pessoas nem é mesmo consciente destas pesquisas e persiste na atitude de que não há uma base lógica para uma recuperação energética.    

A razão principal para a qual começou a mudar a atitude é o desenvolvimento de um número de  instrumentos muito apreciável, capaz de medir a energia subtil ao redor do corpo humano. Uma importância particular é a do magnetómetro SQUID, que é capaz de descobrir campos biomagnéticos minuciosos, associados às actividades fisiológicas no corpo. È o mesmo campo que descreveram desde milénios as pessoas muito sensitivas, mas que os cientistas ignoraram porque não havia nenhum meio objectivo para medir isso.    

Para resumir as descobertas que foram feitas, os redactores de um novo jornal internacional ordenaram uma revisão do conceito de " a energia de cura ". Apesar de que nós estudamos este tema desde há quase 15 anos, a preparação de uma revisão completa conduziu-nos a uma réexaminação a fundo do assunto, com alguns achados surpreendentes.    

Normalmente, a chave das descobertas não é feita por cientistas que estudam métodos como o Reiki, TT (Toque Terapêutico) ou HT (Healing Touch).    

O que aconteceu é que cientistas tradicionais, com a sua lógica habitual e usando métodos científicos, começaram a clarificar os papéis de diferentes energias no processo de cura. Então, as conclusões deles têm as mesmas fundações científicas que estão na base da medicina clínica moderna..    

    O campo de energia humano    

Desde há já bastante tempo, que se sabe  que a actividade das células e tecidos geram campos eléctricos que se podem detectar à face da pele. As leis da física dizem que toda corrente eléctrica gera um campo magnético correspondente no espaço que o envolve. Porque esses campos são demasiado pequenos para serem detectados, os biologistas concluíam que eles não podiam ter um significado fisiológico.

Esta situação começou a mudar em 1963. Gerhard Baule e Richard McFee do departamento de engenharia eléctrica da Universidade de Syracuse, de Syracuse NY,

Detectaram o campo biomagnético projectado pelo coração humano. Eles utilizaram duas bobines cada uma com 2 milhões de voltas de fio , conectados a um amplificador muito sensível.

Em 1970, David Cohen do MIT, utilizando o magnetómetro SQUID, confirmou os resultados obtidos para o coração. Em 1972, Choen melhorou a sensibilidade do seu aparelho, o que lhe permitiu medir os campos magnéticos produzidos pela actividade  cerebral, à volta do cérebro.

De seguida, descobriu-se que todos os tecidos e órgãos produziam vibrações magnéticas específicas, que são conhecidas hoje como campos biomagnéticos. Os registos tradicionais, tais como o electrocardiograma e o electroencefalograma, são completados hoje em dia por registos biomagnéticos, chamados magnétocardiograma e magnétoencefalograma. Por diferentes razões de menor interferência, uma carta do campo magnético do espaço à volta de um corpo, dá por regra geral indicações sobre a fisiologia e a patologia, mais precisas do que as medidas eléctricas.  

    A patologia altera o campo biomagnético

Desde os anos 20 e 30, Harold Saxon Burr, investigador muito distinguido da escola de Medicina da universidade de Yale, sugeriu que se pode detectar as doenças dentro do corpo energético antes mesmo que os sintomas apareçam. Ele estava mesmo convencido que se poderia prevenir as doenças alterando o campo energético.

Estes conceitos, que chegaram um pouco demasiado cedo, são agora confirmados pelos laboratórios de pesquisa em todo mundo. Desde que os científicos utilizam o SQUID para realizarem cartas da alteração do campo magnético à voltas do corpo pelas doenças.

Outros, aplicam campos magnéticos vibrantes para estimularem a cura. Mais uma vez, as pessoas sensitivas descreviam esses fenómenos há muito tempo, mas não existia uma explicação lógica do processo.

         A projecção de energia pelas mãos de terapeutas

Desde 1980, o Dr. John Zimmerman começou uma série de estudos o “tocar” terapêutico, utilizando um magnétometro SQUID, na Universidade do Colorado, em Denver. Zimmerman descobriu que um enorme campo biomagnético vibrante emanava das mãos de um  praticante de “tocar” terapêutico. A frequência das vibrações não era muito estável, variando entre 0,3 e 30 Hz (ciclos por segundo), com uma parte muito importante da sua actividade à volta dos 7-8 Hz. As vibrações biomagnéticas das mãos eram da mesma ordem das frequências de onda cerebrais. Os estudos científicos de frequências necessárias para a cura indicam que essas ondas cerebrais “varrem” constantemente toda essa gama de frequências, estimulando dessa maneira a cura em todo o corpo.

A confirmação dos estudos de Zimmerman chegou em 1992, quando Seto e seus colegas, do Japão, estudaram as práticas de diferentes artes marciais e de outros métodos de cura. A emissão de “Ki” das suas mãos é de tal maneira forte que se pode medir com um simples magnétometro que consiste em duas bobines de apenas 80 000 voltas de fio, em vez dos 2 milhões de voltas como utilizados por Baule e McFee.

Depois, os estudos de praticantes de Chi Kong (Qi Gong) debruçaram-se sobre os campos sonoros, de luz, e térmicos emitidos pelos “terapeutas”. O que é interessante é que a frequência da vibração varia dum momento ao outro.

Assim, os cientistas médicos que desenvolveram terapias com campos magnéticos vibrantes, acham que essa mesma frequência é eficaz para desencadear o processo de “cura espontânea”, para muitas doenças, mesmo para doenças com mais de 40 anos.

Eles sabem que frequências especificas estimulam o crescimento de nervos, dos ossos, dos capilares e dos ligamentos. Os praticantes de Reiki e os seus pacientes têm continuamente experiências de “curas instantâneas” e a medicina académica, graças às suas descobertas científicas, começa agora a aceitar esta terapia como lógica e benéfica. 
       
      Diferenças individuais na detecção e projecção da energia

Para se poder estudar a projecção de energia das mãos dos terapeutas, os científicos têm primeiro que aceitar a ideia que há diferenças enormes entre as pessoas. E que a prática de diferentes técnicas pode aumentar o efeito.

Há explicações neurofisiológicas e biológicas lógicas a respeito do papel desempenhado pela prática e pela intenção.

Um facto não muito conhecido é que as “ondas cerebrais” não estão confinadas ao cérebro, mas elas espalham-se através de todo o corpo pelo sistema périneural, os tecidos à volta dos nervos. O Dr. Robert O. Becker descreveu como precisamente esse sistema, mais do que qualquer outro sistema, é o que se encarrega da reparação das feridas em todo o corpo. Para mais, as ondas que começam dentro do cérebro como vibrações relativamente fracas, ganham força em se deslocando todo ao longo dos nervos periféricos justamente até às mãos. O mecanismo desta amplificação inclui provavelmente o sistema perineural  e os outros sistemas de tecidos de conexão.

     
Conclusão

Neste muito breve resumo, demonstrei como certas experiências dos terapeutas energéticos  têm uma base na biologia e na física. Negligenciados durante séculos,
os terapeutas energéticos podem agora tomar lugar na medicina clínica.
As grandes descobertas de biólogos e de sensitivos estão em vias de serem integrados para nos darem uma compreensão mais profunda da vida , da doença e da cura.
A ciência não pode levantar o último véu do mistério da vida, nem apagar a parte
espiritual da cura.
Nós acreditamos que as pesquisas sobre as terapias energéticas pode levar isso sim a uma compreensão completa da Vida, da Doença e da Cura.

                                                                                       Jim e Nora Oschman

 Referências:
1) SQUID - (Superconducting Quantum lnterference Device).
2) "Journal of Bodywork and Mouvement Therapies ", Harcourt Brace & Co., Ltd., Edinbourgh
3) Uma lista dos nossos artigos pode ser obtida em "Nature's Own
Research Association", P.O. Box 5101, Dover, NH 03821, USA,
tél. 603-742-3789, fax 603-742-2592, e-mail:
JOschman@aoi.com

Jim et Nora Oschman são os directores de "Nature's Own Research Association" em Dover, New Hampshire. Jim é um dos raros científicos académicos que se concentrou sobre a base científica de diversas medicinas complementares e alternativas, Jim e Nora escreveram dezenas de artigos sobre mecanismos fisiológicos e biofisiológicos implicados em diferentes métodos terapêuticos podem-se encontrar vários artigos e outras informações sobre Jim e Nora e suas actividades em internet:

http://www.energyresearch.bizland.com/index.html 

 

Victor Rodrigues

Terapeuta Reiki

Email:  victor@bioreiki.com

LINKS:  www.bioreiki.com

              www.psicobio.com

publicado por bioreiki às 15:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 21 de Abril de 2007

Cientistas a ponto de dominar a Quarta Dimensão

Cientistas a ponto de dominar a Quarta Dimensão

Segue o texto divulgado num veículo de grande circulação da imprensa brasileira.

Físicos da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, deram um grande passo para derrubar o muro que separa o microcosmo da mecânica quântica do mundo macro da vida cotidiana e da tecnologia. Conseguiram unir os destinos - ainda que por uma fração de segundo - de trilhões de átomos separados no espaço.

A recompensa para a ciência, caso consiga dar muitos outros passos nessa direção, virá na forma de computadores muito superiores aos atuais. E, quem sabe, na forma do teletransporte, um velho sonho da ficção científica.

Brian Julsgaard e dois colegas de Aarhus foram capazes de induzir uma estranha propriedade em duas amostras compostas por cerca de 1 trilhão de átomos de césio cada -o fenômeno conhecido como entrelaçamento. Embora já tenha sido obtido com poucas partículas, é a primeira vez que um objeto macroscópico é levado a esse estado.

O trabalho está publicado na revista britânica "Nature" (http://www.nature.com).

O fantasma de Einstein

Em 1935, Albert Einstein, Boris Podolsky e Nathan Rosen haviam publicado um trabalho com a intenção de desmascarar a teoria da mecânica quântica, que consideravam maluca demais para ser levada a sério.

Partindo de preceitos teóricos, mostraram que seria possível duas partículas se "entrelaçarem", de modo que a determinação de certa característica em uma delas imediatamente seria transposta para a outra, não importando a distância entre elas.

Mas o próprio Einstein definiu o entrelaçamento como uma "fantasmagórica ação a distância". Acontece que os partidários da mecânica quântica estavam corretos, e o fenômeno de partículas entrelaçadas realmente existe.

Em 1997, cientistas da Universidade de Innsbruck, na Áustria, levaram o entrelaçamento às manchetes ao anunciar que haviam usado a técnica para teletransportar um fóton (partícula de luz) instantaneamente de um ponto a outro de uma sala. O experimento envolvia apenas três partículas.

Agora, o número de elementos envolvidos na manipulação quântica sobe para a casa dos trilhões com o feito de Julsgaard. Ele disparou um laser (feixe organizado de fótons) sobre duas amostras de césio, fazendo com que elas ficassem entrelaçadas.

O entrelaçamento valeu para todas as partículas da amostra, mas durou apenas meio milissegundo (metade de um milésimo de segundo). Conforme os átomos das amostras interagiam com outros elementos, como por exemplo os recipientes que os guardavam, iam perdendo o caráter entrelaçado, até ele se desfazer totalmente.

Além de ser o primeiro experimento a envolver um conjunto grande de partículas entrelaçadas, ele tem outro diferencial: a criação do entrelaçamento foi obtida sem que as amostras precisassem interagir uma com a outra, sendo o fenômeno induzido apenas pelo disparo do laser.

"Essa característica significa que o entrelaçamento pode ser obtido a distâncias consideráveis, o que é obviamente importante para a comunicação quântica", disse à Folha Eugene Polzik, um dos colegas de Julsgaard envolvidos no experimento.

Comunicação quântica é a idéia de usar o entrelaçamento para transmitir informações. Suponha que Alice e Bob queiram trocar mensagens usando a "fantasmagórica ação a distância" (Alice e Bob são os nomes preferidos dos físicos para dar exemplos). Cada um deles ganha uma partícula entrelaçada. Se Alice altera o estado da sua partícula, a outra é automaticamente modificada, e Bob imediatamente fica sabendo. Se mensagens forem codificadas em estados quânticos de partículas, é possível trocar informações.

Xerox atômico

Da mesma maneira funcionariam outras, e mais audaciosas, idéias, como o teletransporte _algo semelhante a um xerox atômico a distância.

Para transportar uma pessoa, por exemplo, seria preciso colocar no local de destino um conjunto de átomos representativo da composição do indivíduo e entrelaçá-lo com as partículas da própria pessoa.

"Teríamos a mesma quantidade dos mesmos tipos de átomo em cada um dos locais e transferiríamos o estado quântico dos átomos do local um para o local dois. Como átomos no mesmo estado quântico são indistinguíveis, é como se os tivéssemos transportado do ponto um ao dois", diz Polzik.

Embora o entrelaçamento de trilhões de átomos já seja bastante significativo, ainda está longe o momento em que alguém sairá por aí dizendo "Beam me up, Scotty", como o capitão Kirk fazia no seriado "Jornada nas Estrelas" para ser levado de volta à nave.

"O teleporte de qualquer objeto quântico complexo, mesmo de uma bactéria, iria exigir transferir o estado descrito por zilhões de parâmetros, como posição e momento de todos os elétrons etc. Isso é uma enorme quantidade de informação e será muito difícil de fazer. Por ora estamos pensando em teleportar apenas um parâmetro de uma amostra atômica, e isso já é suficientemente difícil."

A equipe agora trabalha para melhorar ainda mais o grau de entrelaçamento de suas amostras e tentar o teletransporte atômico.

Victor Rodrigues

Terapeuta Reiki e Psicoterapia

Telm.93 325 53 86

E-mail: victor@bioreiki.com

LINKS: www.bioreiki.com

               www.psicobio.com

publicado por bioreiki às 17:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Abril de 2007

A PALAVRA CRIADORA

A PALAVRA CRIADORA

A mente é o instrumento mais importante que o espírito possui, um instrumento especial na obra da criação. A laringe espiritualizada e perfeita falará a Palavra Criadora, mas a mente aperfeiçoada decidirá quanto à forma particular e volume de vibração. A Imaginação será a faculdade espiritualizada que dirigirá a criação.

Atualmente, existe forte tendência para considerar a faculdade da imaginação de modo superficial, quando, em realidade, é um dos fatores mais importantes da nossa civilização. Sem a Imaginação seríamos ainda selvagens. Pela imaginação desenhamos as casas, modelamos as roupas e meios de transporte. Se os inventores desses melhoramentos não tivessem possuído mente nem imaginação capaz de formar imagens mentais, ditos melhoramentos nunca se teriam convertido em realidades concretas. No atual tempo de materialismo quase não se faz esforço algum para apreciar a imaginação, e ninguém sente mais os efeitos desta atitude do que os inventores. Geralmente, são considerados "malucos", ele que têm sido os agentes fundamentais da subjugação do Mundo Físico e da transformação do meio social no que ele é hoje em dia. Qualquer aperfeiçoamento, tanto no físico como o espiritual, deve ser, primeiramente, imaginado como uma possibilidade de converter-se em coisa real.

Se o estudante examina o diagrama 1  compreenderá isto claramente.

 

 

 O desenho exprime a comparação entre as funções dos diferentes veículos humanos e as partes de um estereoscópio. A mente corresponde à lente, o foco. Por meio dela as idéias produzidas pela imaginação do espírito projetam-se no mundo material. Primeiramente são pensamentos-forma, mas quando o desejo de realizar as possibilidades imaginadas, põe o homem em ação no Mundo Físico, convertem-se no que chamamos "realidades" concretas.

Atualmente, a mente não está enfocada de maneira a dar uma imagem certa e clara daquilo que o espírito imagina. Está mesmo desfocada, o que produz quadros confusos e imprecisos. Daí, a necessidade da experimentação, que demonstra os defeitos da primeira concepção e produz novas imaginações e idéias, até que a imagem produzida pelo espírito em substância mental seja reproduzida em substância física.

Atualmente só podemos formar imagens mentais que tenham relação com a Forma, porque a mente humana começou seu desenvolvimento neste Período Terrestre, e está no estado ou forma "mineral". Por esse motivo, nossos labores estão limitados às formas, aos minerais. Podemos imaginar maneiras ou meios de trabalhar com as formas minerais dos três reinos inferiores, mas nada ou muito pouco podemos fazer com os corpos viventes. Somos capazes de enxertar um ramo numa árvore, ou uma parte viva de um animal ou homem em outras partes vivas, mas isto não é trabalhar com a vida; é com a forma. Modificaremos as condições da forma mas a vida que a habita permanece. Criar vida está além do poder do homem. Esta impossibilidade será mantida até que a mente se torne uma coisa viva.

No Período de Júpiter, a mente será até certo ponto vivificada. O homem poderá imaginar formas que viverão e crescerão como as plantas.

No Período de Vênus, quando a mente tenha adquirido "Sentimento", poderá criar coisas com vida, sensíveis e com capacidade de crescer.

Quando alcance a perfeição, ao final do Período de Vulcano, poderá imaginar a criação de seres que viverão, crescerão, sentirão e pensarão. A evolução da onda de vida que atualmente forma a humanidade começou no Período de Saturno. Os Senhores da Mente eram, então, humanos. Trabalharam sobre o homem que, nesse Período, era mineral. Agora, nada tem a fazer com os reinos inferiores, estão relacionados somente com o desenvolvimento humano.

A existência mineral dos animais atuais começou no Período Solar. Nesse tempo, os Arcanjos eram humanos. Agora, os Arcanjos são os dirigentes e guias da evolução animal. Não têm nada a fazer com os minerais nem com as plantas.

A existência dos atuais vegetais começou no Período Lunar. Os Anjos eram humanos, pelo que no presente, estão relacionados especialmente com a vida que ocupa o reino vegetal. Guiam-na para atingir o estado humano mas não têm jurisdição alguma sobre os minerais.

A humanidade atual terá a seu cargo a evolução da onda de vida que começou no Período Terrestre e que, agora, anima os minerais. Atualmente estamos trabalhando com eles por meio da imaginação, dando-lhes formas, fazendo com eles barcos, pontes, trilhos, máquinas, casas, etc.

No Período de Júpiter guiaremos a evolução do reino vegetal. O que atualmente é mineral terá então uma existência análoga à das plantas. Deveremos trabalhar neles assim como, no presente, os Anjos estão fazendo com as plantas. Nossa faculdade imaginativa estará tão desenvolvida que, por seu intermédio, teremos a capacidade não só de criar formas como também de insuflar-lhes vitalidade.

A atual onda de vida mineral alcançará, no Período de Vênus, um novo grau. Dirigiremos os animais desse Período, como fazem atualmente os Arcanjos com os presentes animais, dando-lhes vitalidade e formas sensíveis; por último, no Período de Vulcano, será nosso privilégio dar-lhes uma mente germinal, como os Senhores da Mente fizeram conosco. Os minerais de hoje serão a humanidade do Período de Vulcano, e o homem terá passado através de estados análogos aos percorridos pelos Anjos e Arcanjos. Será alcançado um ponto evolutivo um pouco superior ao dos atuais Senhores da Mente. Recorde-se, que em nenhuma parte se repete uma condição igual. Na espiral evolutiva há sempre aperfeiçoamento progressivo.

O Espírito Divino absorverá o Espírito Humano ao finalizar o Período de Júpiter e o Espírito de Vida, ao finalizar o Período de Vênus. A mente aperfeiçoada, encerrando tudo quanto foi adquirido nos sete Períodos, será absorvida pelo Espírito Divino ao finalizar o Período de Vulcano. (Não há contradição alguma nesta afirmação, com referência à afirmação feita em outro lugar, de que a Alma Emocional será absorvida pelo Espírito Humano na quinta revolução do Período de Vulcano, porque este último estará então dentro do Espírito Divino).

Seguir-se-á um largo intervalo de atividade subjetiva durante o qual os espíritos virginais absorverão todos os frutos do Período septenário de Manifestação. Passado esse intervalo, submergir-se-ão em Deus, de Quem vieram, para, ao alvorecer de outro Grande Dia, reemergirem como seus Gloriosos Colaboradores. Durante a passada evolução as possibilidades latentes foram transmutadas em poderes dinâmicos. Tendo adquirido Poder de Alma e Mente Criadora, frutos de sua peregrinação através da matéria, terão avançado da impotência à Onipotência, da ignorância à Onisciência.

Victor Rodrigues

Terapeuta Reiki e Psicoterapeuta

Tlm: 93 325 53 86

E-mail: victor@bioreiki.com 

LINKS:  www.bioreiki.com 

             www.psicobio.com   

publicado por bioreiki às 11:54
link do post | comentar | favorito

A ANOMALIA DO CORAÇÃO

O CORAÇÃO É UMA ANOMALIA

Nenhuma lição é de valor real como princípio ativo de vida se a sua verdade for aprendida superficialmente. Deverá ser assimilada através do coração, pela aspiração e pela amargura. A lição principal que, por este modo, o homem deve aprender é: o que não beneficia a todos não beneficia realmente a ninguém.

Durante cerca de dois mil anos temos concordado, de boca apenas, em agir e dirigir a vida segundo a máxima: "respondei ao mal com o bem". O coração pede benevolência e amor. Mas a Razão pede beligerância e medidas punitivas, se não como vingança, pelo menos como meio de prevenir uma repetição de hostilidades. Este divórcio entre o coração e a cabeça impede o crescimento do verdadeiro sentimento de Fraternidade Universal e a adoração dos ensinamentos de Cristo, o Senhor do Amor.

A mente é o foco através do qual o Ego percebe o mundo material. Como instrumento para aquisição do conhecimento é inestimável nesse domínio. Porém, ao arrogar-se o papel de ditador da conduta do homem para com os semelhantes, a mente está em caso análogo ao das lentes do telescópio que, focalizadas para o Sol, dissessem ao astrônomo: "estamos mal enfocadas, não estamos bem de frente ao Sol, não cremos que seja bom focalizar o Sol, preferimos que focalizeis a Júpiter. Os raios do Sol esquentam-nos demasiadamente e podem danificar-nos".

Se o astrônomo, empregando sua vontade, focaliza o telescópio a seu talante, como que dizendo às lentes para se ocuparem na transmissão dos raios que recebem, deixando para ele os resultados, o trabalho efetuar-se-á devidamente. Porém, se o mecanismo do telescópio estivesse ligado às lentes e elas tivessem uma vontade mais forte, o astrônomo ver-se-ia seriamente coibido e, tendo de lutar para manter o instrumento em boa forma, inevitavelmente as imagens sairiam confusas, fracas, imprecisas ou sem valor.

Assim acontece com o Ego. Trabalha com um tríplice corpo que governa, ou deveria governar através da mente mas, triste é dizê-lo, este corpo, tem uma vontade própria, é ajudado quase sempre pela mente, e frustra os propósitos do Ego.

Esta antagônica "vontade inferior" é expressão da parte superior do corpo de desejos. Quando se deu a divisão do Sol, na Época Lemúrica, e a Terra, que incluía a Lua, se separou, a parte mais avançada da humanidade nascente experimentou no corpo de desejos uma divisão em duas partes, a superior e a inferior. O resto da humanidade sofreu divisão semelhante na primeira parte da Época Atlante.

A parte superior do corpo de desejos converteu-se numa espécie de alma-animal. Construiu o sistema nervoso cérebro-espinhal e os músculos voluntários, dominando por esse meio a parte inferior do tríplice corpo, até que o elo de ligação, a mente, foi agregado. Então, a mente uniu-se a essa alma-animal fazendo-se co-regente.

Portanto, a mente está limitada pelos desejos, submersa na egoísta natureza inferior, o que torna difícil ao espírito o governo do corpo. O foco, a mente, que deveria aliar-se à natureza superior, está unida à natureza inferior, escrava do desejo.

As religiões de raça e suas leis foram dadas para emancipar o intelecto do desejo. O "temor a Deus" foi posto contra os "desejos da carne", mas não bastava para conseguir o domínio do corpo e garantir sua cooperação voluntária. Foi necessário que o espírito encontrasse no corpo outro ponto de apoio, que não estivesse sob o domínio do corpo de desejos. Não nos músculos porque são expressões do corpo de desejos, e formam um caminho direto até o ponto principal onde a mente traidora está unida ao desejo e reina suprema.

Se os Estados Unidos estivesse em guerra com a França não desembarcaria suas tropas na Inglaterra, esperando dominar a França, mas desembarcariam os soldados diretamente na França, para que lutassem ali.

Assim, o Ego, como sábio general, segue uma conduta semelhante. Não começa sua campanha adquirindo domínio sobre alguma das glândulas, porque estas são expressões do corpo vital. É-lhe impossível adquirir domínio sobre os músculos voluntários, muito bem defendidos pelo inimigo. A parte involuntária do sistema muscular, sob a direção do sistema nervoso simpático, seria também inútil para esse objetivo.

O Ego tem de conquistar um contato mais direto com o sistema nervoso cérebro-espinhal. Nesse sentido, para conseguir uma base de operações no próprio campo inimigo, deve dominar um músculo que seja involuntário e que, ao mesmo tempo, esteja relacionado com o sistema nervoso voluntário, mas não sob sua direção. Esse músculo é o coração.

Já falamos anteriormente das duas classes de músculos: voluntários e involuntários. Estes últimos têm suas fibras em sentido longitudinal, e são relacionados com as funções que estão fora do domínio da vontade, como a digestão, a respiração, a excreção, etc. Ordinariamente, não podemos dominar a circulação. Em condições normais, a quantidade de batidas do coração é fixa.

Os músculos voluntários, como os das mãos e dos braços, são dominados pela vontade, por meio do sistema nervoso voluntário. Suas fibras estão dispostas longitudinalmente cruzando-se com estrias transversais.

Estas particularidades são exatas para todos os músculos menos para o coração. É um músculo involuntário mas, para confusão dos fisiólogos, o coração é também estriado, como se fosse um músculo voluntário. É o único órgão do corpo que exibe essa peculiaridade, porém, como esfinge, recusará dar aos cientistas materialistas uma resposta que resolva o enigma.

O ocultista pode encontrar facilmente a resposta na Memória da Natureza. Nessa fonte vê que o coração, quando o Ego procurou, pela primeira vez, firmar-se aí, era estriado apenas longitudinalmente, tal como qualquer outro músculo involuntário. À medida que o Ego foi adquirindo domínio sobre o coração, foram-se desenvolvendo gradualmente as fibras transversais. Não são nem tão numerosas nem tão definidas como as dos músculos que estão debaixo do pleno domínio do corpo de desejos mas, conforme os princípio altruísticos do amor e da fraternidade se vigorizem e gradualmente sobrepassem a razão, baseada no desejo, essas estrias transversais serão mais numerosas e estruturadas.

Como indicamos anteriormente, o átomo-semente do corpo denso está situado no coração e abandona-o quando a morte ocorre. A obra ativa do Ego está no sangue.

Com exceção dos pulmões, o coração é o único órgão do corpo através do qual passa todo o sangue em cada ciclo.

O sangue é a expressão mais elevada do corpo vital, porque nutre todo o organismo físico. Em certo sentido, é também o veículo da memória subconsciente e está em contato com a Memória da Natureza, situada na divisão mais elevada da Região Etérica. O sangue leva as recordações da vida dos antecessores aos descendentes durante gerações, quando é um sangue comum, como acontece na endogamia.

Na cabeça há três pontos que são o assento particular de cada um dos três aspectos do espírito (veja-se o diagrama 17).

 

O amor e a unidade do Mundo do Espírito de Vida encontram sua contraparte ilusória na Região Etérica, com a qual estamos relacionados pelo corpo vital, o originador do amor sexual e da união sexual. O Espírito de Vida assenta, primariamente, no corpo pituitário e, secundariamente, no coração, o regente do sangue que nutre os músculos.

O inativo Espírito Divino - O Observador Silencioso - encontra sua expressão material no passivo, inerte e insensível esqueleto do corpo denso, o obediente instrumento dos outros corpos. Não tem o poder de atuar por iniciativa própria e tem sua fortaleza no impenetrável ponto da raiz do nariz.

Em pura realidade, o espírito é um só, porém, observado do Mundo Físico, o Ego refrata-se em três aspectos que se expressam da forma indicada.

O sangue, ao passar pelo coração, ciclo após ciclo, hora após hora, durante toda a vida, grava os acontecimentos nos átomos-sementes, enquanto permanecem frescos. Prepara um arquivo fidelíssimo da vida que, depois, na existência post-mortem, se imprimirá indelevelmente na alma. O coração está permanentemente em estreito contato com o Espírito de Vida, o espírito do amor e da unidade, o que o torna o foco do amor altruísta.

Após as imagens passarem ao Mundo do Espírito de Vida, em que se encontra a verdadeira Memória da Natureza, não voltam através dos lentos sentidos físicos mas diretamente através do quarto éter contido no ar que respiramos. No Mundo do Espírito de Vida, o espírito pode ver muito mais claramente do que nos mundos mais densos. Nesse elevado plano que lhe é próprio, está em contato com a Sabedoria Cósmica e, em qualquer situação, sabendo imediatamente o que há de fazer, envia sua mensagem de guia e de ação ao coração. Este logo a retransmite ao cérebro por meio do nervo pneumogástrico. Assim se formam as "primeiras impressões", os impulsos intuitivos, sempre bons porque emanam diretamente da fonte cósmica de Sabedoria e Amor.

Isto é tão instantâneo que o coração tem tempo de efetuá-lo antes da razão, mais lenta, poder, por assim dizer, "considerar a situação". Crê-se que o homem pensa em seu coração e é certo, porque "assim ele é". O homem, inerentemente, em qualquer aspecto, é um espírito virginal, bom, nobre, verdadeiro. Tudo o que não é bom pertence à natureza inferior, o ilusório reflexo do Ego. O espírito virginal sempre está dando sábios conselhos. Se pudéssemos seguir os impulsos do coração, o primeiro pensamento, a Fraternidade Universal seria realizada agora mesmo.

Mas precisamente neste ponto, começam as complicações. Depois do bom conselho dado pela primeira impressão, começa o raciocínio e, na maioria dos casos, o cérebro domina o coração. O telescópio controla o próprio foco e aponta para onde quer, sem atender ao astrônomo. A mente e o corpo de desejos frustam os desígnios do espírito e tomam a direção, mas, como carecem da sabedoria do Espírito do Espírito, tanto o espírito como o corpo sofrem as consequências.

Os fisiólogos notam que certas áreas do cérebro estão dedicadas a determinadas atividades mentais. Os frenólogos levaram esse ramo da ciência ainda mais além. Sabe-se também que o pensamento destrói o tecido nervoso e que este desgaste do corpo, como qualquer outro, é restaurado pelo sangue. Quando o coração se converter em músculo voluntário, a circulação do sangue ficará completamente sob o domínio do unificante Espírito de Vida, o Espírito do Amor. Então, terá o poder de impedir que o sangue flua a essas partes do cérebro dedicadas a propósitos egoístas. Esses centros mentais irão atrofiando-se gradualmente. Por outro lado, ser-lhe-á possível ativar o sangue quando as elaborações mentais foram altruístas, o que restaurará e vigorizará esses centros. A natureza passional será conquistada e, pelo Amor, a mente será emancipada da escravidão do desejo. Só emancipando-se completamente pelo Amor, o homem poderá elevar-se além da lei e converter-se, ele mesmo, numa lei. Tendo-se conquistado a si, conquistará então todo o mundo.

As estrias transversais do coração podem formar-se mediante certos exercícios de treinamento oculto. Alguns desses exercícios são perigosos e devem ser levados a cabo unicamente sob a direção de um instrutor competente. É nosso desejo que nenhum leitor desta obra se deixe enganar por impostores habilidosos e desejosos de atrair discípulos. Para evitar esse engano voltamos a repetir, mui seriamente: nenhum verdadeiro ocultista se gaba, anuncia seus poderes ocultos, nem vende lições a tanto cada uma ou a tanto o curso, ou consentirá jamais em fazer exibições. Realiza seu trabalho com a maior discrição possível e somente com o propósito de ajudar legitimamente os demais, sem pensar nunca em si mesmo.

Como dissemos no princípio deste capítulo, todas as pessoas desejosas de obter o conhecimento superior podem ter a mais absoluta confiança: se verdadeiramente o buscam, encontrarão aberto o caminho que a ele conduz. Cristo mesmo preparou o caminho para "quem o deseje". Ele ajudará e abençoará a todo o verdadeiro investigador que deseje trabalhar pela Fraternidade Universal.

 

 

Victor Rodrigues

Terapeuta em Reiki e Psicoterapia

Telm: 93 325 53 86

E-mail: victor@bioreiki.com

LINKS: www.bioreiki.com

           www.psicobio.com

O segundo e terceiro aspectos têm outros pontode sustentação secundários. O corpo de desejos é expressão deturpada do Ego. Manifesta em "egoísmo" o que é a "individualidade" do Espírito. A individualidade não procura o seu em detrimento dos demais, enquanto o egoísta procura tudo possuir sem ter em conta os demais. O assento do Espírito Humano é, primariamente, a glândula pineal e secundariamente, o cérebro, ou antes, o sistema nervoso cérebro-espinhal, que domina os músculos voluntários.
publicado por bioreiki às 11:33
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Mensagens da Água

 

MENSAGENS MILAGROSAS DA ÁGUA

 

 

COMO A ÁGUA REFLETE A NOSSA CONSCIÊNCIA 

A água tem uma mensagem importante para nós. A água nos está dizendo para olhar mais profundamente para nós mesmos. Quando nos vemos através do espelho da água, a mensagem se torna surpreendentemente clara. Sabemos que a vida humana está conectada diretamente com a qualidade da nossa água, tanto dentro quanto ao redor de nós.

Estas fotografias e informações refletem o trabalho de Masaru Emoto, um pesquisador japonês. Ele publicou um livro importante, “A mensagem da água”, baseado em seus achados nas pesquisas que fez em todo o mundo. Se você tiver alguma dúvida de que seus pensamentos afetam tudo em você e ao seu redor, as informações e fotografias aqui apresentadas, tiradas do livro, mudarão a sua mente e alterarão profundamente suas crenças.

Com o trabalho de Emoto, temos evidências factuais de que a energia humana vibracional, os pensamentos, as palavras, as idéias e a música afetam a estrutura molecular da água, a mesma água que compõe 70% do corpo humano maturo e cobre a mesma porcentagem do nosso planeta. A água é a fonte de toda a vida neste planeta e sua qualidade e integridade são vitalmente importantes para todas as formas de vida. O corpo é semelhante a uma esponja e é composto de trilhões de células que contém líquidos. A qualidade de nossa vida está diretamente ligada à qualidade da nossa água.

A água é uma substância muito maleável. Sua forma física se adapta facilmente a qualquer ambiente. Mas sua aparência física não é a única coisa que muda: sua forma molecular também se altera. A energia ou as vibrações do meio ambiente mudarão a forma molecular da água. Neste sentido, não somente a água tem a capacidade de refletir visualmente o meio ambiente, mas ela reflete este meio ambiente também a nível molecular.

Emoto tem documentado visualmente estas modificações moleculares através de suas técnicas fotográficas. Ele congela gotículas de água e as examina em fotomicroscópio de campo escuro. Seu trabalho demonstra claramente a diversidade da estrutura molecular da água e o efeito do ambiente nessa estrutura.

A neve tem caído na Terra por milhões de anos. Cada floco de neve tem sua forma e estrutura únicas. Congelando a água e fotografando a estrutura como Emoto tem feito, consegue-se informações incríveis a respeito da água.

Emoto descobriu muitas diferenças fascinantes nas estruturas cristalinas da água de muitos locais diferentes e com condições diferentes, ao redor do planeta. Águas de nascentes e fontes nas montanhas mostram os lindos desenhos geométricos em seus padrões cristalinos. Água poluída e tóxica de áreas industriais e muito populosas, assim como água estagnada de caixas d’água e represas mostram estruturas cristalinas definitivamente distorcidas e formadas sem ordem.

 

1       2    3

1. Fonte de água de Saijo, Japão            
2. Fonte de água de
Sanbuichi Yusui, Japão                          
3. Gelo Antártico
                   

 

 

1. Rio Horobetsu, Hokkaido         
2. Fonte Metori Yusui      
3. Rio Shimanto, Kochi     
4. Geleira do Mont Cook,
Nova Zelândia

 

1              2          3
 

1. Fonte em Lurdes, França     
2.
Lago Bikawo, o maior lago no centro do Japão. Aí a poluição está piorando.
3. Contaminação, Rio Yodo,  Japão,que desagua na baia de Osaka

 

                        1                       2

 

1. Represa Fujiwara, antes de ser oferecida uma oração
2. Represa Fujiwara, depois de ser oferecida uma oração


Com a recente popularidade da musicoterapia, Emoto decidiu observar os efeitos que a música tem na estruturação da água. Ele colocou água destilada entre dois alto-falantes durante algumas horas e então fotografou os cristais que se formaram após a água ter sido congelada.

 

 

1. “Pastoral” de Beethoven
2. Ária na Quarta Corda”
de Bach
3. Sutra do Tibete 

1         2      3


1. "Variações de Goldberg”
 2.Dança folclórica Kawachi   
   
3.
“Hado” – música curativa
  

 

1               2


1. “Farewell” de Chopin
2.
Música Heavy Metal

Após verificar que a água reage a diferentes condições ambientais, à poluição, à música, Emoto e seus colaboradores decidiram observar como os pensamentos e as palavras afetam a formação de cristais em água destilada, não tratada, usando palavras datilografadas em papel e coladas à parte de fora de garrafas de água, durante uma noite. O mesmo processo foi realizado utilizando os nomes de pessoas já mortas. As águas foram então congeladas e fotografadas.

 


1. Água destilada não tratada  
2. Amor e  Estima
  
3.
Obrigado
(papéis escritos pregados nas garrafas)

 


1. Você me enoja. Eu vou te matar.   
2.
Adolph Hitler

3.
Madre Teresa

(papéis escritos pregados nas garrafas)

Estas fotos mostram as incríveis reflexões da água, enquanto viva e altamente responsiva a todas as emoções e sentimentos de todos. Está claro que a água facilmente incorpora as vibrações e a energia de seu meio ambiente, seja ele tóxico ou poluído ou naturalmente puro.

O trabalho extraordinário de Masaru Emoto é uma demonstração incrível e um instrumento poderoso que pode mudar para sempre nossas percepções de nós mesmos e do mundo no qual vivemos. Agora temos uma evidência profunda de que podemos nos curar e transformar  positivamente o nosso planeta pelos pensamentos que escolhermos pensar e pelos meios através dos quais colocamos esses pensamentos em ação.

As fotografias utilizadas até aqui são do livro " The Message from Water," de Masaru Emoto.

http://www.wellnessgoods.com/art_wat_messages.html
http://www.adhikara.com/pagine/water-20.htm


Colocamos agora algumas ilustrações de cristais de
neve, da maneira como eles se formam na natureza,
sem contaminação de qualquer poluição, física,
mental ou de qualquer outra origem.

 

 

http://www.its.caltech.edu/~atomic/snowcrystals/gallery00/snow00.htm
http://www.its.caltech.edu/~atomic/snowcrystals/photos/photos.htm

 

* * *   * * *   * * *   * * *   * * *   * * *   * * *

Victor Rodrigues

Terapeuta em Reiki e Psicoterapia

Telm: 93 325 53 86

E-mail: victor@bioreiki.com

 

LINKS: www.bioreiki.com

           www.psicobio.com 

 

sinto-me: em harmonia
publicado por bioreiki às 08:04
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

RAIO DOS SIGNOS

 

RAIO DOS SIGNOS

Agora teremos os doze raios de luz e cor que representam e regem cada signo zodiacal: 

Ø 1º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são líderes natos, criativos, corajosos, vibrantes, e ocupam, muitas vezes, cargos de chefias. Os que pertencem a este Raio são facilmente identificados.

Precisam aprender a controlar sua vontade e seus impulsos extremistas. São uns tanto imprudentes, fazendo, às vezes, seus planos virem de água abaixo. Começam tudo novamente e saem desse estado seguindo sua imensa vontade.

SIGNO: Leão

COR: Azul.

PEDRA: Diamante e Cristal de Rocha.

MESTRE: Sírius (atual). Você sentirá forte ligação também com: El Morya (Deus Solar).

ARCANJO: Regente do Raio: Miguel.

               Regente do signo: Miguel.

ARCANO: O Mago 

 

Ø 2º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são geralmente professores, instrutores, compreensivos, intuitivos, e seguem o coração. Os que pertencem a este Raio são brilhantes.

Dotados de muito Amor e Sabedoria podem perder o ânimo quando atingidos pelo infortúnio nos caminhos da Senda. São sempre reabilitados pelo Mestre com os sentimentos de fé. Tornam-se cada vez mais donos da sabedoria e do conhecimento.

SIGNO: Câncer

COR: Dourado.

PEDRA: Pérola e Pedra da Lua.

MESTRE: Lady Shoo See (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Jesus Cristo, Kuthumi (encarnação de São Francisco de Assis), Confúcio, Lanto, Fun Wey.

ARCANJO: Regente do Raio: Jofiel.

               Regente do signo: Gabriel.

ARCANO: A Papisa. 

 

Ø 3º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são amáveis, compassivas, delicadas, diplomáticas, dinâmicas.

Apresentam-se às vezes, frias e calculistas, por isso devem trabalhar a trilha do Amor Divino. Algumas vezes, os ensinamentos dos valores corretos o irritam em função do orgulho, sua principal armadilha. São redimidos através da vontade e do zelo, progredindo como portadores de Luz e Amor.

SIGNO: Gêmeos.

COR: Rosa.

PEDRA: Topázio e Quartzo Âmbar.

MESTRE: Rowena (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Paulo o Veneziano (Dirigente dos Raios), Estésia (Planeta Urano), Sanat Kumara (Deus da Paciência), Lord Maytréya (Cristo Cósmico).

ARCANJO: Regente do Raio: Samuel.

               Regente do Signo: Rafael.

ARCANO: A Imperatriz. 

 

Ø 4º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são geralmente arquitetos, músicos, engenheiros, muito perseverantes. Os que pertencem a este Raio são quase sempre voltados para a beleza.

Sofrem quando não atingem a perfeição nos seus objetivos. Quando perdem o entusiasmo somente a força da beleza poderá despertá-los novamente, fazendo despertar também dentro deles os atributos dos demais Raios. Este fogo genial leva-os às alturas, inspirando-os.

SIGNO: Touro.

COR: Branco.

PEDRA: Safira, Ágata.

MESTRE: Serapis Bey (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Mãe Maria, Jesus Cristo, Leonardo (Ocupará o cargo de Regente do Raio Branco), Amem Bey e David Loyd (trabalham a Ascensão).

ARCANJO: Regente do Raio: Gabriel.

               Regente do Signo: Anael.

ARCANO: O Imperador. 

 

Ø 5º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são geralmente médicos, cientistas, enfermeiros, curadores, missionários. Os que pertencem a este Raio empregam a ordem e a precisão na sua busca com extrema formalidade.

Extremamente comedidos, são os discípulos mais úteis ao Mestre por serem severos e sensatos. A Verdade para eles é soberana. Tornam-se senhores de um enorme conhecimento baseado na Luz espiritual e intelectual, compartilhando suas atividades dos seus irmãos do Raio do Amor.

SIGNO: Áries.

COR: Verde.

PEDRA: Esmeralda e Turmalina.

MESTRE: Hilarion (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Sonata (Deusa da Música), Palas Atenas (Deusa da Verdade).

ARCANJO: Regente do Raio: Rafael.

               Regente do Signo: Samuel.

ARCANO: O Hierofante. 

 

Ø 6º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são geralmente sacerdotes, místicos, amorosos, possuem um desejo ardente pelo culto divino. Os que pertencem a este Raio possuem alta dosagem de entusiasmo e devoção.

São quietos, contemplativos, reformadores e zelosos. Quando místicos, sofrem muito com o enfraquecimento de forças e passam por fases enervantes de questionamentos doentios. Às vezes são intolerantes e por terem uma visão estranha dos seus propósitos, seu progresso é muitas vezes, retardado.

SIGNO: Peixes

COR: Vermelho Rubi.

PEDRA: Granada e Rubi.

MESTRE: João o Amado (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Jesus Cristo, Mãe Maria, Mestra Nada (A Juíza).

ARCANJO: Regente do Raio: Uriel.

               Regente do Signo: Asariel.

ARCANO: O Enamorado. 

 

Ø 7º RAIO:

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio possuem diversas aptidões e grande amor pela liberdade. Os que pertencem a este Raio sofrem pelo interesse nos assuntos mundanos. Em seus interiores estão registradas as pompas, as quais sempre desejam elevar até o mais alto de seus atributos. Estes devem aprender a trilha da profunda humildade, onde aperfeiçoam a simplicidade e o controle da forma.

SIGNO: Aquário.

COR: Violeta.

PEDRA: Ametista e Turquesa.

MESTRE: Lady Mercedes (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Saint Germain (Responsável por esta Era), Kuan Yin (Deusa da Misericórdia), Oromassis (Príncipe do Fogo Violeta), Pórtia (Deusa da Oportunidade).

ARCANJO: Regente do Raio: Ezequiel.

       Regente do Signo: Uriel.

ARCANO: O Carro. 

 

Ø 8º RAIO:

 CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio possuem autodisciplina, poder pelo trabalho, dedicação, idealismo. Os que pertencem a este Raio são extremamente realistas, conformando-se com as coisas como elas são. Sentem grande dificuldade quando tem de agir de maneira espontânea. Nunca se compromete de forma leviana com nada nem com ninguém e se preocupa bastante com sua evolução espiritual.

SIGNO: Capricórnio.

COR: Lápis Lázuli Luminoso.

PEDRA: Água Marinha e Lápis Lázuli.

MESTRE: El Morya (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: La Morae (Desaperta as Virtudes da Idade de Ouro), Estésia (Planeta Urano).

ARCANJO: Regente do Raio: Miguel

       Regente do Signo: Cassiel.

ARCANO: A Justiça.

  

Ø 9º RAIO: 

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são benevolentes, comunicativas, generosas, São polivalentes. Os que pertencem a este Raio não toleram injustiça sendo incapazes de prejudicar deliberadamente alguém. São destemidos e aventureiros, estando sempre em busca de novos desafios. Procuram estar sempre em aperfeiçoamento pessoal.

SIGNO: Sagitário.

COR: Lápis Lázuli Luminoso.

PEDRA: Rosa Chá Luminoso.

MESTRE: Zaratustra (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Deuses Meru (Deuses da Iluminação), Deus Himalaia (Aspecto Masculino da Ordem Divina).

ARCANJO: Regente do Raio: Samuel.

       Regente do Signo: Saquiel.

ARCANO: O Eremita. 

 

 Ø 10º RAIO: 

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio possuem força, participação, crítica, análise. Os que pertencem a este Raio se submetem aos maiores sacrifícios pelas causas que consideram justas. Tem perspicácia para detectar problemas e soluções. Partem para a luta e levam consigo uma legião de hábeis e leais combatentes, escolhidos a dedo.

SIGNO: Escorpião.

COR: Dourado Solar.

PEDRA: Granada e Heliotrópio.

MESTRE: Kenich Ahan (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Lord Sainthru (Cristo Cósmico), Lady Mercedes (Mãe Manu da 7ª Raça e Dirigente do 7º Raio). ARCANJO: Regente do Raio: Jofiel.

       Regente do Signo: Azrael.

ARCANO: A Roda. 

 

 Ø 11º RAIO: 

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são harmoniosos, conciliadores, corajosos com aparente fragilidade, dedicada a causas. Os que pertencem a este Raio são geralmente advogados. Nem sempre estão equilibrados, convivem com períodos de oscilação. Tem grande amor pela paz e pela justiça não permitindo situações de discórdia ou inimizade. Por onde passam fazem muitos amigos e são influenciados pela arte.

SIGNO: Libra.

COR: Branco Leitoso (opalino).

PEDRA: Opala e Quartzo Fumê.

MESTRE: Princípio (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Zaratustra, Lady Hygéia.

ARCANJO: Regente do Raio: Gabriel.

       Regente do Signo: Anael.

ARCANO: A Força. 

 

 Ø 12º RAIO: 

CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são realista, comunicadores, exigentes, e caminham com calma. Os que pertencem a este Raio tem os pés no chão e dão muito valor ao lado prático da vida. Fazem questão de que todas as coisas sigam uma regra. Tem uma inteligência aguçada e vão aos poucos conquistando o sucesso.

SIGNO: Virgem.

COR: Pêssego.

PEDRA: Topázio e Olho de Tigre.

MESTRE: Jerevox (atual). Você poderá sentirá forte ligação também com: Lord Gautama (Senhor do Mundo), Hilarion, Nadja (Força do Espírito do Universo).

ARCANJO: Regente do Raio: Rafael.

       Regente do Signo: Anael.

ARCANO: O Enforcado.

Victor Rodrigues

Terapeuta em Reiki e Psicoterapia

Telm: 93 325 53 86

E-mail: victor@bioreiki.com

 

LINKS: www.bioreiki.com

           www.psicobio.com 

publicado por bioreiki às 17:26
link do post | comentar | favorito

.Victor Rodrigues www.bioreiki.com

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. pH do corpo

. HOME

. A noção de energia

. Cientistas a ponto de dom...

. A PALAVRA CRIADORA

. A ANOMALIA DO CORAÇÃO

. Mensagens da Água

. RAIO DOS SIGNOS

. Os Raios da Semana

. Os Sete Raios

.arquivos

. Março 2008

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Equilíbrio pH (ácido-alca...

. Como permanecer saudável.

. O ADN E AS EMOÇÕES

. O SEGREDO "The Secret" Pa...

. O SEGREDO "The Secret" Pa...

. O SEGREDO "The Secret" Pa...

. Os Seis Princípios da "Le...

. LEI DO RETORNO OU LEI DA ...

. COMO NASCE UM PARADIGMA

. A Marca da Besta

blogs SAPO

.subscrever feeds